Uma ferramenta de estudo amplamente utilizada na Europa e nos Estados Unidos, a técnica de flash cards, infelizmente, é pouco difundida no Brasil. Flash cards são pequenos pedaços de papel com uma pergunta na frente e uma resposta no verso. É um método que foca na memorização (decoreba) e seu uso é simples: basta tentar acertar a resposta atrás do papel.

A técnica de flash cards é muito recorrente no estudo de idiomas ou fórmulas. Na área de concursos, é muito útil para nas disciplinas de Matemática, Estatística, Contabilidade e outros conceitos difíceis de memorizar que constantemente caem nas provas.

Mas como utilizar flash cards?

  • Você deverá elaborar uma pergunta (não vaga ou complexa) que tenha apenas uma resposta e anotá-la no cartão.
  • No verso do mesmo cartão, você anota a resposta.
  • Quando fizer as revisões, recomendo colocar as perguntas em três pilhas:
    • Pilha 1: as perguntas que acertou facilmente e já percebe que decorou (e precisam pouca revisão).
    • Pilha 2: as perguntas que acertou com dificuldade e sente que precisam ser revisadas.
    • Pilha 3: as perguntas que errou.
  • As perguntas que acertou (pilha 1) deixe para revisar a cada quatro semanas. As com dificuldade (pilha 2) a cada duas semanas. E as que errou (pilha 3), semanalmente ou até diariamente. Isso é só uma sugestão e depende da quantidade de material que você tenha para revisar.

Devo fazer flash cards de todo o conteúdo?

Se você tiver tempo, nada impede que resuma todo o conteúdo em forma de flash cards. No entanto, eles são excelentes para fórmulas e questões que você tenha mais dificuldade de decorar. Você pode, ainda, combinar suas revisões com resumos, mapas mentais e questões de concursos anteriores.

Algumas dicas importantes na utilização dos flash cards

  • Uma forma interessante de memorizar melhor a pergunta é utilizar desenhos e símbolos. Ficará mais fácil fazer a associação.
  • Faça uma organização de seus cartões para a revisão não ficar confusa. Separe-os por disciplina e, se você tiver vários cartões da mesma matéria, utilize algum tipo de controle nas pilhas. Por exemplo: P1Port (pilha 1 português) e assim por diante.
  • Embaralhe os cartões para você não cair no vício da memorização em sequência.
  • Não anote informação sem importância e que você não precisa decorar. Anote apenas as informações indispensáveis.
  • Você pode pedir para alguém fazer as perguntas para você. Esse também é um método com muito resultado.
  • Se você for prestar o concurso do Cespe UNB, esse método é muito interessante, pois as perguntas já são realizadas como certo e errado. Você poderá fazer cartões com questões-chave para assimilar o assunto.
  • Não se preocupe com o tempo de estudo, mas em assimilar e memorizar a informação contida no cartão.

Programas e app para fazer Flashcards

Há vários programas e aplicativos para fazer flash cards. Os principais são:

Goconqr: uma plataforma completa de estudos on-line, incluindo flash cards, mapas mentais e outras ferramentas. O acesso ao conteúdo é grátis, mas há também alguns planos pagos. Outra vantagem é que ele é totalmente em português.

Os tutoriais são fáceis, intuitivos e a organização excelente.

Veja abaixo exemplo de flash card feito no Goconqr.

flash card

excemplo de flash card

ANKI: um software em inglês muito simples e eficiente para utilização em concursos. É possível dividir os “baralhos” por disciplinas e ele mesmo organiza as revisões. Há um site em português com dicas e tutorias: http://anki.com.br/

Veja abaixo um exemplo de flash card feito no Anki.

exemplo-de-anki

Quizlet: excelente ferramenta, que possui também aplicativo. Infelizmente, não existe versão em português.

Flash Card Machite: ferramenta excelente, somente em inglês.

Study blue: versão gratuita e paga, somente em inglês.

Memory Filter: software gratuito e em inglês.

Mnemosyne Project: software gratuito e em inglês.

Open Cards: software gratuito e em inglês.

Agora que você já conhece a técnica de flash cards, comece a aplicá-la em seus estudos e veja a diferença!